Tamanho da fonte: a a a
Ir para o conteúdo
Para mães e pais 
em fase de crescimento.

Meu filho quase não brinca sozinho.

Carine de Souza Leal CS
Carine de Souza Leal CS
qui, 15/07/2021 - 15:24

Para eu conseguir trabalhar em casa, só se ele estiver assistindo a vídeos ou jogando no computador. Ele não sabe lidar com o tédio, nem eu tenho tempo de lidar com isso. Alguma luz? alguma dica?

Tags de conteúdo
Thiago Augusto Cosme da Silva TA

Thiago Augusto Cosme da Silva TA

Vivemos uma situação bastante parecida aqui em casa. Entrei no site buscando dicas exatamente sobre esse assunto. Hoje coloquei o computador na mesa da sala e minha filha ficou sentada na mesa ao meu lado pintando com tinta, mas é só eu começar uma reunião que ela faz de tudo pra chamar atenção. Já tentei dar objetos novos para ela criar brincadeiras, palitos, massinha, desenhos para pintar, bonecas, deixo ela sempre sentada perto de mim, mas de pouco em pouco tempo ela vem mostrar o que está fazendo, pedir pra ajudar, etc. Não consigo 30 minutos de concentração.

Faça login ou crie uma conta para comentar.
sab, 11/09/2021 - 00:14

Ninhos do Brasil NB

São Paulo, SP

Olá, Thiago! Obrigada por compartilhar com a gente!

Assim vemos que não estamos sozinhos, não é mesmo? Home office é ótimo, mas com criança em casa fica um pouco mais complicado mesmo. Você já está no caminho certo propondo brincadeiras e atividades! Vamos compartilhar as dicas que recebemos de especialistas e que testamos na redação:

1) dar atenção antes: mostrar no relógio (é ótimo para apresentar a noção de tempo para os mais novos) que vai conseguir brincar por 30 minutos até o alarme despertar, já avisando que depois precisará trabalhar por 60 minutos, por exemplo.

2) conversar, conversar e conversar: explicar o quanto você precisa de concentração para trabalhar e que o trabalho é importante para você.

3) fazer intervalos para dar atenção numa brincadeira que seja prazerosa para os dois. Às vezes é bom para oxigenar nosso próprio trabalho!

4) reconhecer, elogiar e agradecer sempre que a criança cooperar. É um trabalho de persistência, precisamos falar de forma firme e gentil. Mas já adiantamos: tem dias que eles estão mais carentes de atenção mesmo!

5) tente conversar com chefes e colegas sobre a possibilidade de fazer alguma alteração no horário. Entregar uma tarefa depois é uma opção por aí? E tem dias que acabamos recorrendo às telinhas para entreter a criança. Pode não ser o ideal, mas não precisa se culpar por isso. Tudo é uma questão de fazer acordos com a criança.

Não existe mágica, mas, insistindo de forma clara, aos poucos conseguimos equilibrar todos os pratos da parentalidade e trabalho. Aliás, seu comentário nos fez lembrar deste texto sobre paternidade: https://www.ninhosdobrasil.com.br/ser-pai Você volta aqui para contar se a dica do relógio (ou alguma outra) está funcionando? Boa sorte!

Faça login ou crie uma conta para comentar.
qua, 29/09/2021 - 16:49

Ninhos do Brasil NB

São Paulo, SP

Olá, Carine! Obrigada por dividir a sua experiência com a gente!

Conciliar as crianças com o home office é mesmo um desafio! Temos que dividir a atenção entre elas, as reuniões que surgem, as tarefas que precisamos entregar… é muita coisa! Mas não se preocupe, separamos algumas dicas que vão auxiliar você no dia a dia:

1) Não se culpar e propor outras atividades: mesmo não sendo a opção mais ideal, recorrer às telinhas para entreter as crianças é normal, não se culpe por isso! Mas, que tal propor também outras atividades? Desenhar, pintar e montar quebra-cabeças são exemplos de brincadeiras que distraem as crianças e ajudam na hora do tédio!


2) Conversar sempre: você já ouviu a frase “A comunicação é a chave para qualquer relacionamento”? Ela também funciona quando falamos da nossa relação com as crianças! É importante conversar com o seu filho e explicar porque você não pode dar total atenção para ele enquanto trabalha e porque o trabalho é importante para você.


3) Fazer pequenos intervalos: sabe quando precisamos dar aquela pausa do trabalho? Se for possível por aí, você pode tornar esses intervalos regulares e aproveitar o momento para brincar com o seu filho, em atividades que sejam legais para os dois!


4) Reconhecer e agradecer: gostamos de ser reconhecidos quando fazemos algo certo, né? As crianças também! Por isso, sempre que seu filho cooperar, seja gentil e faça um elogio!

Não é sempre fácil, mas com paciência e muito amor é possível dar atenção ao trabalho e às crianças. E acredite: você não está sozinha. Neste texto, outras mães compartilham suas experiências sobre o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional: https://www.ninhosdobrasil.com.br/saude-mental-das-maes-na-pandemia


Depois nos conta o que achou?
 

Faça login ou crie uma conta para comentar.
seg, 01/11/2021 - 17:46
Palavras-chave
brincar sozinho
Mostre para mais alguém: