A+
A-
Para mães e pais 
em fase de crescimento.

Novidades:

Ninhos do Brasil + Carochinha Editora: Ninhos do Brasil se uniu à Carochinha Editora, selecionando histórias que auxiliam nas questões enfrentadas em diferentes fases. Confira!

10 atividades lúdicas sobre alimentação na educação infantil

Ninhos do Brasil NB
qua, 13/04/2022 - 10:00
Uma mãe e sua criança estão na cozinha, com diversos alimentos sobre uma bancada. Ela segura dois tomates pequenos na altura dos olhos da criança e ambas estão sorrindo.

Conhecer algumas atividades lúdicas sobre alimentação saudável para educação infantil é bom para todo mundo! Vale para educadores implementarem projetos na escola e para as famílias aplicarem em casa.

Afinal, todo mundo quer ver as crianças comendo bem! Mas a gente sabe que na prática não é tão fácil assim. Ainda que a oferta seja boa, a geladeira e a mesa estejam repletas de opções saudáveis, tem o desafio de criar desejo. 

Forçar uma criança a comer algo definitivamente é a pior estratégia. Nem pensar! Nesse caso, as brincadeiras ou atividades lúdicas podem ser nossas principais aliadas. 

Vamos conferir algumas dicas? Tá na mesa 😋

Mas, espera: o que são atividades lúdicas?
Atividades lúdicas são brincadeiras ou jogos que têm como objetivo central divertir e proporcionar prazer a quem participa.

Quando trazemos a alimentação para esse universo lúdico, associamos cores, texturas, cheiros e modos de preparo dos alimentos a sentimentos positivos, de diversão e conexão familiar. E, de quebra, facilitamos o aprendizado de temas variados de ciências, por exemplo.

Escola e família unidos pela alimentação saudável!

Família e escola são parceiras na formação e educação de pequenos cidadãos. Entre tantos assuntos a serem trabalhados em casa e na sala de aula, está a alimentação.


A maior parte dos hábitos alimentares costuma vir de casa. Aliás, a Dra. Eliane de Pádua já falou sobre a importância dos hábitos familiares na alimentação das crianças aqui. Mas a escola pode ajudar – e muito.

Na escola: por que trabalhar atividades lúdicas sobre alimentação saudável para educação infantil?

Na hora do lanche, se estimulada a observar os hábitos alimentares dos colegas, a criança pode descobrir que famílias diferentes têm costumes diversos.

Aliás, a alimentação é uma ótima oportunidade para trabalhar diversidade cultural! O que as pessoas comem em diferentes regiões do Brasil? E em diferentes países? 

Uma ideia é fazer essa pesquisa a partir das origens familiares de cada criança ou mesmo nos restaurantes do bairro. Assim, fortalece-se o vínculo da família e da comunidade com a escola

Por exemplo: que tal pedir para as crianças pesquisarem o lanche preferido da nona italiana, da tia gaúcha, do vizinho boliviano, do pai nordestino, da mãe africana ou do avô japonês? É um momento muito rico de trocas! 

Educadores podem aproveitar essa oportunidade para gerar reflexões sobre os alimentos consumidos – numa linguagem apropriada a cada faixa etária.

De onde eles vêm? Como são feitos? Quais são os ingredientes que o compõem? Que sabores têm? Quais são os benefícios que trazem para o organismo? Se a escola tiver uma horta e permitir uma visita guiada à cozinha, então, a aula fica ainda mais completa e a diversão é garantida!

Conhece uma escola pública com um projeto envolvendo alimentação saudável? Descubra o Prêmio Nestlé por Crianças Mais Saudáveis

Em casa: como trabalhar atividades lúdicas sobre alimentação saudável?

Sim, é possível trabalhar atividades lúdicas sobre alimentação saudável para educação infantil também na sua cozinha! Aliás, é uma chance de toda a família aderir a hábitos mais saudáveis e se integrar à rotina da escola.

Experimente perguntar para seu filho ou filha sobre a hora do lanche e sobre o que foi conversado a respeito dos alimentos. A partir disso, é possível despertar o interesse pela culinária também dentro de casa. 

Vocês podem testar uma receita compartilhada por outra família, plantar a própria horta e conversar sobre modos de preparo, sabores e texturas – e, de quebra, ainda dar uma variada no cardápio doméstico!

Se o seu filho “não come” ou é muito seletivo na hora de se alimentar, realizar jogos e atividades em conjunto com a escola pode ser um estímulo para inserir novos ingredientes na dieta.

Assim como outros métodos educativos, não há como garantir o que vai ou não funcionar: depende de cada caso. Mas as atividades lúdicas são uma boa ferramenta para trabalhar a alimentação equilibrada de forma leve. Se a seletividade alimentar persistir em todas as tentativas, é interessante procurar um acompanhamento profissional. 

10 atividades lúdicas sobre alimentação saudável para educação infantil para pôr em prática

Algumas atividades lúdicas sobre alimentação saudável para educação infantil que podem ser colocadas em prática são: 

  1. Brincar de preparar um suco com alimentos escolhidos pela criança. Assim ela ganha mais autonomia e exercita a criatividade.
  2. Fazer um jogo da memória entre ingredientes (frutas, legumes, verduras) e seus nomes, experimentando conforme os acertos. É o jeito perfeito de assimilar nomes ao paladar.
  3. Preparar um prato saudável em conjunto, seguindo receitas simples, como uma salada. Dessa forma, a criança se envolve mais nesse processo.
  4. Montar um rosto, ou um animal, com os itens do prato. Isso torna a refeição mais alegre, deixando a comida mais amigável.
  5. Permitir que a criança conheça melhor o alimento, comendo com a mão, vendo de perto e sentindo todos os cheiros! Faz bagunça, mas é ótimo para o aprendizado!
  6. Preparar a lancheira para a escola seguindo temas e incluindo alimentos variados. As refeições têm sido bem coloridas? Então, dá para brincar com lancheiras monocromáticas, de vez em quando. No dia do lanche amarelo: banana, abacaxi e cereais; no dia do lanche vermelho: morango e muffin de beterraba, e assim por diante.
  7. Propor uma “caça aos ingredientes”, pedindo para a criança encontrar os itens para a receita pela cozinha em até dois minutos ou outro tempo que você considere plausível. Essa brincadeira pode ser uma boa forma de deixar a criança se localizar dentro da cozinha, aprendendo onde ficam os ingredientes e no que ela pode mexer.
  8. Usar a escola a seu favor, diversificando o cardápio conforme o que ele aprende sobre saúde e alimentação. Se o seu filho teve aula sobre a pirâmide alimentar, por exemplo, você pode mostrar na vida real como esses alimentos aparecem na dieta dele!
  9. Montar uma pequena horta em casa para colher ervas e temperos frescos, por exemplo.
  10. Montar um prato divertido, usando pedaços de legumes para formar um personagem, um bichinho, uma casa… ou o que mais a imaginação permitir. 

Essas sugestões são formas de tornar a alimentação mais divertida. Outras ideias podem ser encontradas no nosso texto sobre brincadeiras para incentivar a alimentação saudável!

Como investir em atividades lúdicas sobre alimentação saudável para educação infantil?

Se você procura formas de inserir atividades lúdicas sobre alimentação saudável para educação infantil no seu dia a dia, que tal buscar elementos que possam tornar essa brincadeira mais interessante para a criança? 

Em casa, invista em:

  • Alimentos que ela já gosta, mas preparados de outras formas.
  • Alimentos diferentes, que ela nunca experimentou.
  • Novos modos de montar as refeições, como diferentes formatos no corte dos alimentos.
  • Diferentes formas de fazer uma refeição, como um piquenique no parque.

Além disso, é importante acompanhar o que está sendo ensinado na escola, para mostrar como eles se aplicam na prática doméstica. Envolver a criança nas etapas de preparo dos pratos e escolha dos ingredientes é uma boa forma de fazer isso.

Essas sugestões não precisam estar sempre juntas. Lembre-se: a abordagem lúdica da alimentação se baseia na ideia de trazer mais diversão e engajamento da criança com o momento.

O importante é tentar trazer algo diferente de vez em quando, estimulando a curiosidade! 

Agora você já sabe como fazer as crianças se divertirem mais na hora de provar novos alimentos. Se o seu filho ainda precisa de mais incentivo na hora de comer fruta, acesse nosso texto sobre o assunto! 

Tags deste conteúdo