Tamanho da fonte: a a a
Ir para o conteúdo
Para mães e pais 
em fase de crescimento.

Frutas para crianças: quais não podem faltar no cardápio?

Ninhos do Brasil NB
qui, 25/11/2021 - 10:30
Um menino, vestido com camisa listrada, segura uma tangerina. Entrando no quadro há uma mão de adulto dando frutas para a criança.

Frutas para crianças no cardápio: sim ou claro? 
Pequenas ou grandes, doces ou azedinhas, as frutas oferecem diversos benefícios para a saúde dos pequenos – e também para nós, adultos. Por isso, merecem um espaço especial no dia a dia! 

Acompanhe a matéria para conferir dicas e receitas divertidas para fazer em casa para a criançada 😊

Dos mesmos criadores de bolacha e biscoito: “É fruta ou fruto?”

Olha só que curioso: o termo fruta, na realidade, surgiu popularmente para se referir às partes comestíveis que nascem das flores 😲

Os frutos são o que chamamos de ovário da flor – que, geralmente, é onde a parte comestível, conhecida por "fruta", se desenvolve. 

Mas nem toda parte comestível é desenvolvida no ovário: às vezes, ela pode nascer em outras partes da flor (nos pseudofrutos). 

Ou seja: muitos frutos podem originar uma fruta, mas nem toda fruta nasce de um fruto. Por isso, significam coisas diferentes. Legal, né? 😊

Qual é a importância das frutas para as crianças?

Você sabia que a frutose, o açúcar das frutas, desempenha um papel importante em nosso organismo? Vira energia - isso porque elas  possuem carboidratos!, Mas não para aí: essas delícias ainda são ótimas fontes  de fibras, antioxidantes, vitaminas e minerais. 

Bem, nós já ouvimos muitas vezes sobre essas tais vitaminas e minerais, mas  o que elas representam para o nosso corpo? A resposta é: a ponte perfeita! 

É através dessas vitaminas e minerais que nosso sistema de defesa se fortalece, nossos tecidos se formam, nossos ossos recebem manutenção adequada e muito mais. Na biologia, são classificadas como “micronutrientes”. 

Mas não existe um único alimento que forneça tudo o que nosso organismo necessita. Então, precisamos dosar e equilibrar o que comemos (e o mesmo funciona para as crianças!). Por isso, os nutricionistas frisam tanto a questão de se ter uma alimentação diversificada.

Na prática, as frutas podem ajudar a: 

  • Fortalecer o sistema imunológico das crianças; 
  • Melhorar a memória e a qualidade do sono;
  • Controlar o colesterol e o sistema digestivo; 
  • Prevenir a desidratação. 

Tipos de fruta

Sabia que as frutas são categorizadas? Elas são divididas em cinco categorias: ácidas, doces, semiácidas, oleaginosas e monofágicas (ou hiper-hídricas). 

Trouxemos exemplos de algumas frutas para você entender melhor:

  • Frutas ácidas: uva, morango, limão e laranja
  • Frutas doces: mamão, banana, manga e maçã
  • Frutas semiácidas: pitanga e maracujá
  • Frutas oleaginosas: coco, nozes e abacate
  • Frutas monofágicas: melão e melancia

 
Quantas frutas uma criança precisa comer por dia?

Calma lá: você sabe medir uma porção de fruta? Não é a fruta inteira, viu?

Muitas pessoas podem confundir o significado de porção. Quando alguém diz “uma porção de fruta”, geralmente, ela se refere ao tamanho de uma fruta média, como 1 banana ou 1 maçã.

Mas na verdade, essa classificação é um pouquinho diferente. Por exemplo, é considerada 1 porção de fruta:  10 unidades de morango; 2 unidades de kiwi; 1 fatia de abacaxi; 1 fatia média de melancia e 1 unidade de laranja e por aí vai. 

Essas definições são baseadas em alguns estudos que categorizam as frutas para chegar ao que seria uma porção. Mas, claro, você não precisa saber exatamente o que é uma porção para garantir uma alimentação saudável para sua família. 

Até porque não existe uma porção ideal universal: a quantidade de fruta adequada para cada criança varia de acordo com a idade e a necessidade calórica. 

O que vale saber é: a estimativa para uma rotina saudável é que as crianças de 6 a 12 meses comam 2 porções de frutas por dia e, a partir de 1 ano até os 10 anos, comam pelo menos 3 porções diariamente. 

Como incentivar o consumo de frutas em crianças?

Para introduzir o consumo de frutas nas crianças, comece oferecendo de forma natural, sem colocar em receitas ou misturar com outras frutas. É importante que a criança sinta o gosto da fruta pura para saber se gosta! 

Se a reação for negativa, busque diversificar na apresentação. Tanto no sabor e no preparo, quanto na estética e no prato, com desenhos, para estimular o sentido visual da criança. 

“Comendo com os olhos 👀”

Prato com uma panqueca ao centro e morangos ao redor formando um flor é um bom exemplo para comer com os olhos
Mudar a apresentação do prato pode funcionar! Existe um conceito chamado “apetite sensorial”, que mostra como a visão pode interferir na fome (assim como o olfato e outros sentidos também). 

Percebeu que seu filho realmente não é do time que ama comer fruta? Confira cinco dicas para estimular a vontade dele e incluí-las no cardápio! 

Vitaminas de frutas para crianças ou frutas in natura: o que é melhor?

Essa é uma dúvida muito comum! A verdade é que, ao extrairmos o suco da fruta, nós deixamos para trás principalmente as fibras que existem na casca, no bagaço e na semente. 

Além disso, multiplicamos a quantidade de açúcar (frutose) que ingerimos! Não usamos apenas uma laranja para fazer suco, certo? Então, além de não absorvermos todos os benefícios, absorvemos mais açúcares que o indicado. 

É claro que você pode tomar suco de frutas ou fazer uma vitamina batida em casa. Mas, em um contexto frequente, é melhor comer a fruta do que tomar o suco ou a vitamina. 

Ah, e a velha regrinha se mantém: se precisar escolher entre um suco industrializado e um suco natural, prefira o natural.

5 frutas indispensáveis para as crianças

Essas frutas são cheias de nutrientes, e ainda costumam fazer muito sucesso entre a criançada - dá só uma olhada!

1. Banana

Riquíssima em vitamina B e contém bastante potássio. Contudo, não é recomendado comer muito banana-prata e banana-maçã, já que podem prender o intestino – neste caso, é melhor dar preferência à nanica.

2. Laranja

A mais conhecida fonte de vitamina C (apesar de não ser a melhor fonte dessa vitamina, essa foi a boa fama que a laranja ganhou!). Ela ajuda a absorver ferro, fortalece o sistema de defesa e, de quebra, ainda pode ajudar a manter um bom funcionamento do intestino. 

Ah, a variação laranja-lima costuma ser bem aceita pelas crianças, pelo sabor mais doce.

3. Mamão

Rico em vitaminas A, C e potássio. É ótima para hidratar o corpo, pois tem bastante água em sua composição! Essa fruta também é conhecida como a melhor aliada em casos de constipação - ou intestino preso!

4. Pera

Outra fruta rica em vitamina B, que auxilia o sistema nervoso e digestivo. A variedade William costuma ser bem aceita pelas crianças, pela maciez e doçura! 

5. Maçã

A maçã contém bastante fibras – tanto as solúveis, quanto as insolúveis. 

Na casca, a concentração maior é de fibras insolúveis - que podem dar aquela mãozinha quando o intestino anda preguiçoso. 

Já na parte branca da maçã, são as fibras solúveis que reinam! Elas possuem inúmeros benefícios para o organismo e costumam regular o ritmo do intestino, e, por isso, costumam ser aliadas quando a criança está com o intestino solto. 

Independente da forma como será consumida, vale sempre caprichar na hora de lavar a maçã, combinado?

Salada de frutas para crianças nutritiva: o que pode fazer parte da receita?

Na verdade, você pode colocar o que quiser: vale kiwi, morango, abacaxi, manga, maçã, melão, banana e mamão, entre outros! O único cuidado é que a salada de frutas seja servida de modo a não ultrapassar a quantidade diária de frutas recomendada para a idade da criança. 

Uma dica legal é usar o suco de laranja e um pouco de mel para o caldo, deixar na geladeira e só servir quando estiver bem geladinha. Algumas pessoas colocam granola também (e as crianças adoram!). 

4 receitas com frutas para crianças

Confira agora quatro receitas com frutas bem gostosas e fáceis de fazer para as crianças!

1. Sorvete de frutas caseiro

Combine algumas frutas, bata todas no liquidificador e reserve no congelador até ficar consistente. Fácil, né?

Outra opção para o sorvete é congelar a própria fruta. Assim, conseguimos o geladinho do sorvete, mas com outro aspecto para experimentar!

2. Espetinho de frutas

Uma receita simples e colorida na prática: é só cortar pedacinhos de frutas diversas e encaixar em um espetinho :) 

De vez em quando, pode adicionar uma cobertura de chocolate. 

3. Creminho de abacate com maçã

Comece cobrindo meia maçã grande (em cubos) com meia xícara de chá de água em uma panela. 

Deixe cozinhar em fogo baixo por cerca de 10 minutos – ou até a maçã ficar macia.

Em seguida, coloque a maçã cozida em um pratinho com 1 pedaço de abacate maduro (100 g) e amasse tudo com um garfo. 

Para finalizar, adicione 2 colheres de sopa de leite Ninho em pó (29 g) e 3 colheres (sopa) de Mucilon Multicereais (21 g). 

Pode servir 😁

4. Granita de melancia com laranja e limão

Essa receita é uma espécie de frozen, para tomar geladinho! 

Comece batendo 1 kg de melancia sem sementes no liquidificador e adicione: 20 g de açúcar demerara, 5 colheres de sopa de suco de laranja e 1 colher de sopa de suco de limão. 

Em seguida, despeje o suco em uma tigela, cubra com papel-filme e espere gelar no freezer – por mais ou menos 3 horas.

Dado o tempo, retire do freezer e quebre a mistura (que estará congelada), para bater na batedeira.

Depois de bater na batedeira, coloque de volta na tigela que você usou para congelar, cubra com o mesmo papel e deixe no freezer até a nova textura congelar. 

Agora, o grande final: retire do freezer e raspe com uma colher. Aí, pode servir 😋 


As frutas são importantes para o cardápio das crianças, e aqui, a regra de diversificar continua valendo: inclua diferentes tipos de frutas no dia da criança para que ela possa ter todos os benefícios (e sabores!) que as frutas podem oferecer :) 

Leia também:

Tags deste conteúdo
Mostre para mais alguém: