A+
A-
Para mães e pais 
em fase de crescimento.

Novidades:

Ninhos do Brasil + Carochinha Editora: Ninhos do Brasil se uniu à Carochinha Editora, selecionando histórias que auxiliam nas questões enfrentadas em diferentes fases. Confira!

7 brincadeiras com água (sem desperdício) para dias de calor

Ninhos do Brasil NB
qua, 23/03/2022 - 10:30
Foto de uma família se divertindo em um ambiente aberto com uma piscina de plástico colorida

As brincadeiras com água geralmente ocupam um lugar de destaque nas memórias que mães e pais têm da sua própria infância. Afinal, quem nunca se divertiu com a família e os amigos com jogos e atividades bem molhadas?

Brincar assim é bom para o desenvolvimento da criança e um ótimo passatempo no verão. Confira, a seguir, dicas e cuidados para aproveitar ao máximo essa experiência.

Qual é o objetivo das brincadeiras com água?

Brincar com água é muito divertido, isso todo mundo sabe, certo? Mas, além disso, as brincadeiras aquáticas podem ajudar a desenvolver habilidades importantes para as crianças, o que tem benefícios até na educação infantil.

Por exemplo, brincadeiras com água auxiliam o desenvolvimento da motricidade grossa (o controle de movimentos amplos do corpo, como postura e deslocamento).

A coordenação motora fina, que significa o controle de movimentos suaves e precisos, usando as mãos, também é beneficiada.

Isso ocorre naturalmente, ao correr, desviar o corpo, se posicionar sob um jato d’água, encher e despejar baldes, borrifar, espremer e esguichar água… Enfim, é uma ampla gama de habilidades que as crianças desenvolvem brincando.

Além disso, ao participar de brincadeiras com água a criança também aprende, de forma concreta, conceitos como cheio e vazio, volume, peso, estados da matéria.

A areia fica mais pesada quando molhada! O vento pode carregar as gotas d’água! E até um pequeno arco-íris pode ser visto se esguicharmos água contra a luz do sol do jeito certo! É um mundo de descobertas que preparam a criança para aprendizados futuros na escola.

7 brincadeiras com água para fazer com bebês e crianças

Quer sugestões de brincadeiras com água divertidas e estimulantes? Não existe idade mínima para começar a brincar com água. Desde que a brincadeira seja segura e adequada à fase, bebês também podem se divertir na água!

Veja algumas sugestões:

  1. Minipiscina: essa garante a diversão dos bebês que já ficam sentadinhos e pode ser feita dentro de casa mesmo. Com uma piscininha para bebês, uma banheira ou mesmo uma bacia grande, deixe a criança sentir a água e brincar com ela. Mas fique sempre junto, ok?
  2. Outra brincadeira com água que diverte e prende a atenção dos bebês é encher potes. Seja na piscina improvisada, seja em uma bacia ou panela, você pode dar a ele potinhos de tamanhos diferentes e deixar que encha e esvazie à vontade. Conforme cresce, a criança pode continuar esses experimentos, usando um funil para colocar a água de volta na garrafa, por exemplo. Assim, ela desenvolve a noção de medida de volume!
  3. Bolhas de sabão. Você pode comprar um kit pronto e, se o líquido acabar, fazer sua própria mistura com duas xícaras de água e meia xícara de detergente. As bolhas fascinam e distraem desde bebês até crianças maiores!
  4. Pega tampinha: em uma bacia com água, coloque várias tampinhas plásticas de garrafa. Cada jogador tentará tirar as tampinhas da água usando dois palitos de picolé. Vence quem conseguir pegar mais tampinhas!
  5. Guerra de bexigas! Essa brincadeira é um clássico da infância. Enchendo pequenas bexigas com água, você dá às crianças a oportunidade de molhar os amigos com tiros certeiros. Mas cuidado para que as crianças pequenas não se machuquem.
  6. Esguicho de bexiga. Essa é uma versão mais leve da brincadeira com bexigas. Você enche a bexiga com água e, usando um alfinete ou prego, faz um furo nela. Quando a criança aperta a bexiga, esguicha água!
  7. Quem enche a garrafa primeiro? Clássico das gincanas, esse jogo funciona assim: posicione duas (ou mais) garrafas vazias de um lado e um balde cheio de água do outro. Usando copinhos de café, cada criança tentará encher sua garrafa levando água do balde. Vence quem encher a garrafa primeiro.

Cuidados importantes nas brincadeiras com água

Seu filho vai brincar com água? Vale reforçar algumas dicas de cuidados para que a diversão não gere problemas:

  • Se a criança vai brincar na escola ou longe de casa, coloque uma roupa extra na mochila para depois. Lembre também de levar um saco para guardar as roupas molhadas.
  • Mesmo que seja em uma bacia ou banheira, não deixe as crianças sem supervisão de um adulto.
  • No caso de brincadeiras externas com água na rua, escolha uma área onde não haja risco de que as crianças se machuquem. Pisos escorregadios, por exemplo, devem ser evitados.

Um lanchinho gostoso e nutritivo entre as brincadeiras é tudo de bom, certo?

Quando fazer brincadeiras com água?

Existe momento certo para fazer brincadeiras com água? Isso varia conforme a região que você mora, a previsão do tempo, a sua rotina e a disponibilidade de espaço.

O ideal é brincar com água em dias quentes, pois a água ajuda a refrescar o corpo e, além disso, é mais fácil secar a roupa e o espaço depois.

Mas é preciso ter cuidado com a exposição ao sol. Principalmente nos meses de verão, o recomendado é não brincar ao ar livre entre as 10h e as 16h, para evitar os danos dos raios ultravioleta na pele. E, em qualquer hora do dia, se a criança vai se expor ao sol, use protetor solar (de um tipo que não saia na água). Além disso, há algumas roupas específicas para brincadeiras na água que ajudam a proteger a pele dos raios solares.

Brincadeiras com água: como evitar desperdício?

Brincar com água é divertido, mas é preciso ter cuidado para evitar o desperdício. Em especial nos meses mais secos, o risco de desabastecimento de água existe nas cidades. Então, é importante ter responsabilidade e bom senso no uso que fazemos desse recurso tão precioso.

Confira algumas dicas para evitar desperdício nas brincadeiras com água:

  • Troque os longos banhos com a mangueira aberta por brinquedos que esguicham água. Assim, deixando um balde cheio para que as crianças reabasteçam os esguichos, otimiza-se o uso de água.
  • Dentro de casa, aproveite a hora do banho para deixar a criança brincar um pouco no box, com uma minipiscina ou banheira. Importante: lembre-se de ficar sempre de olho na criança enquanto ela brinca.
  • A água que sobrar das brincadeiras, em baldes e brinquedos esguichadores ou na piscina, pode ser usada para molhar plantas ou lavar pátios. Isso ajuda a reduzir o desperdício.

Os benefícios das brincadeiras com água, como vimos, são muitos!

Recapitulando: é divertido, refrescante, educativo, e ainda uma boa forma de dar um tempo nas telas, não é mesmo? Outro ponto positivo é que as brincadeiras com água estimulam a socialização.

Dá para se divertir com toda a família e com os amigos, inventar brincadeiras, aprender a respeitar e cooperar com o outro.


Além de ser bom para brincar, a água é fundamental para a saúde! Que tal aprender um pouco mais sobre a importância da hidratação?

Tags deste conteúdo