A+
A-
Para mães e pais 
em fase de crescimento.

Novidades:

Ninhos do Brasil + Carochinha Editora: Ninhos do Brasil se uniu à Carochinha Editora, selecionando histórias que auxiliam nas questões enfrentadas em diferentes fases. Confira!

Língua geográfica em crianças: você já ouviu falar?

Ninhos do Brasil NB
seg, 20/12/2021 - 10:30
Foto de uma criança que tem lingua geografica

Você sabe o que é língua geográfica? O assunto viralizou recentemente a partir dos posts no TikTok de uma jovem capixaba que tem a condição. 

A língua geográfica é um distúrbio que provoca o surgimento de manchas vermelhas, lisas e irregulares na língua da criança, formando desenhos parecidos com as linhas de um mapa. 

Um fato curioso é que o local dessas manchas avermelhadas pode mudar de uma hora para outra, por isso, a geografia da língua pode ter vários desenhos ao longo do dia. É como se o mapa se transformasse! 😜

O nome científico da língua geográfica é glossite migratória, mas, apesar das palavras complicadas, essa condição é benigna e não ameaça a saúde das crianças. Não há com o que se preocupar, pois a língua geográfica raramente causa dor ou desconforto. 

Quer saber mais sobre o assunto? Algumas informações ajudam a identificar a língua geográfica e a conviver melhor com essa situação. Olha só!

Como saber se meu filho tem língua geográfica?

A língua geográfica acontece quando algumas papilas na língua da criança descamam, formando manchas avermelhadas, e outras permanecem, formando pontos mais elevados. Essas manchas variam de tamanho e local ao longo do tempo sem causa definida. É um mistério!

Embora possa ocorrer em pessoas de qualquer idade, a língua geográfica é mais frequente nos primeiros anos de vida e tende a desaparecer até os 7 ou 8 anos de idade. As lesões podem durar períodos curtos ou longos e somem sem tratamento. 😮

Essa condição não compromete o paladar e raramente causa desconforto, por isso, nem sempre a criança reclama de dor. A única exceção é o consumo de alimentos com excesso de sal ou muito ácidos, que podem provocar ardência e queimação na língua. 

Por isso, é necessário observar a língua da criança durante o dia para saber se ela tem ou não língua geográfica. Olhe com atenção se há alguma lesão vermelha na língua da criança quando ela estiver escovando os dentes, por exemplo. 😉

O que causa a língua geográfica em crianças?

Ainda não se conhecem as causas da língua geográfica, mas é possível que tenha a ver com hereditariedade. Ou seja, se os pais já tiveram língua geográfica ao longo da vida, as crianças também podem ter. 

Outro fator que pode causar a língua geográfica são as atopias, ou seja, aquelas doenças que vêm da sensibilidade da criança ao ambiente, como a rinite alérgica e a asma. É isso mesmo: essas crises podem se manifestar também na língua!

Alguns tipos de deficiências nutricionais, especialmente a falta de vitaminas, também podem desenvolver as tais manchinhas na língua das crianças. Por isso, é importante que os pequenos exploradores tenham uma alimentação adequada para sua idade.

Meu filho tem língua geográfica: o que eu faço?

Se você descobriu que seu filho está com língua geográfica, preste atenção nessas informações! Elas podem ser importantes para você conviver melhor com essa condição. 😛 

  • Uma boa alimentação é importante para evitar crises, por isso, invista em refeições equilibradas.
  • Ao perceber as manchas, evite frutas muito ácidas, como limão e laranja, que podem causar queimação e ardência na língua da criança. 
  • Alimentos muito condimentados, com excesso de sal e tempero, também podem deixar a língua da criança mais irritada. 
  • Durante a crise, evite alimentos quentes demais, pois provocam lesões na língua da criança.
  • Uma boa higiene bucal é sempre importante para controlar o acúmulo de bactérias na língua.
  • Durante as crises, a língua da criança ficará mais sensível, por isso, utilize uma escova de dentes macia para fazer realizar a escovação.
  • A língua geográfica não é contagiosa, ou seja, beijos e abraços estão liberados em família!
  • E lembre-se: essa é uma condição benigna! Logo, logo, ela vai passar 😀

Se seu filho reclamar que a língua está dolorida ou se perceber que a língua da criança está muito inchada, interferindo na alimentação ou na fala, consulte um dentista. Esses sintomas são incomuns e podem necessitar de medicação.

A língua geográfica não é uma doença, então pode ser acompanhada sem muita preocupação. Porém, fique atento: é importante ter o diagnóstico correto para descartar qualquer problema grave e prosseguir com os cuidados adequados.

E lembre-se: o bem-estar da criança melhora com uma boa alimentação! Quer saber quais são os nutrientes essenciais para os nossos pequenos exploradores? Confira aqui:


 

Tags deste conteúdo